Bolsas de Estudos por Mérito

 

Muitas instituições de ensino no exterior procuram atrair estudantes brasileiros para seus programas de pós-graduação, mestrado e doutorado, por meio de bolsas de estudo, sabendo das dificuldades financeiras que muitos enfrentam.

Afinal, estudar fora do país é um investimento de altíssimo custo, levando-se em conta todas as despesas que surgem envolvendo mensalidades, material, alimentação, hospedagem e passagens.

 

Para as instituições de ensino é um processo vantajoso, pois trazem para compor seu corpo discente talentos específicos e um perfil de estudante que enriquece ainda mais o ambiente acadêmico, trazendo competitividade, novas ideias, diferentes pontos de vista.

 

Portanto, percebemos que é algo vantajoso para ambos os lados. Uma das bolsas concedidas são as chamadas Bolsas de Estudo por Mérito.

 

 

O governo do Reino Unido, buscando a formação de melhores profissionais e pesquisadores para atuarem no mercado, concede a brasileiros que tenham sido aprovados nas universidades do país a Bolsa Chevening.

 

Essa bolsa de estudos por mérito cobre as passagens de ida e volta, anuidade de até £13.000, gastos com despesas pessoais. São geralmente concedidas para pós-graduação de até um ano, mestrado ou MBA, nas áreas de humanas, exatas e biológicas.

 

O Conselho Britânico exige do aluno, em primeiro lugar, notas excelentes, acima da média. Depois, passa a examinar os demais requisitos: ser formado a até 10 anos, ter potencial de liderança e demonstrar grande habilidade intelectual. Ter experiência de pelo menos 2 anos na área que pretende se especializar e desejar retornar ao país de origem após a conclusão dos estudos no Reino Unido.

 

Todo o processo possui apenas duas fases:

  • Análise de currículo, das conquistas pessoais e profissionais, conferência das cartas de recomendação;
  • Entrevista em inglês, realizada na Embaixada Britânica ou em cidades que tenham consulado britânico.

 

Essa costuma ser a fase que a grande maioria dos candidatos teme, e com razão. O aspirante à bolsa precisa ter a fluência necessária na língua inglesa para falar sobre si mesmo com segurança, demonstrar seus objetivos e potencial de forma clara, citar todos os benefícios que pode proporcionar a seu país e as mudanças positivas que essa vivência acadêmica e conhecimentos poderão trazer para sua carreira profissional.

 

Já é bastante difícil responder assertivamente a tudo isso na língua nativa, imagine em inglês. Por isso é ideal que o candidato já tenha feito intercâmbio. Nesse momento, quem já foi intercambista e viveu por algum tempo no exterior tem a segurança necessária para discorrer sobre o assunto e entender exatamente o que o examinador busca.

 

Bolsas de Estudos SEDA COLLEGE

As bolsas de estudos SEDA COLLEGE proporcionam a estudantes brasileiros o aprendizado da língua inglesa em Dublin, na Irlanda.

 

O programa concede o benefício àqueles que são comprometidos com os estudos e o aprendizado, que desejam ter novas vivências e se preparar para o futuro, buscando novas experiências acadêmicas e de vida.

 

Se você possui esse perfil e deseja estar preparado para comunicar-se bem em qualquer lugar do mundo, acesse o site https://sedadream.com/ e inscreva-se no nosso programa.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *